Resenha - Radiante

5 comentário(s)

Quando Riley Bloom, seus pais e seu cachorro morreram em um acidente de carro, eles não imaginavam o que lhes aguardava na pós-vida. Muita coisa ainda estava para acontecer.
Riley atravessa a ponte, separando-se de sua irmã Ever, a única da família a sobreviver ao acidente e, assim, começa uma nova e estranha jornada.
Ela passa a viver em “Aqui”, onde o tempo é sempre “Agora”, e, na verdade, o visual de sua rua e de sua casa não mudou muito. O que realmente mudou foram seus novos afazeres.
Em seu primeiro dia de aulas na “eternidade”, Riley conhece Bodhi, um garoto que tem um gosto estranho para moda e que acaba por irritá-la, ainda mais quando ela descobre que ele é seu guia na nova tarefa.
A garota passa por um Conselho e, então, tem sua tarefa designada em “Aqui & Agora”: ela será uma apanhadora de almas.
Com a ajuda de seu guia, Bodhi, e de seu querido Labrador, Buttercup, Riley volta ao plano terreno para ajudar o “Garoto Radiante”, uma alma que há séculos está presa a um castelo na Inglaterra, assombrando a todos e recusando-se a fazer a travessia.
A verdadeira identidade do Garoto Radiante é um mistério no livro e confesso que eu não esperava por tal revelação. E fiquei ainda mais surpresa sobre a narrativa envolvendo a morte do garoto, um assassinato que acabou por incriminar a pessoa errada...
Um livro que é uma graça. Simplesmente um doce e super gostoso de ler. Nunca li os outros títulos da autora (cuja série “Os Imortais” é um Best-seller sobre a vida de Ever, a irmã de Riley que continua na Terra), mas posso garantir que a escrita de Alyson Noël é bem agradável e capaz de emocionar. Claro, por ser um livro bem curto, alguns fechamentos aconteceram de forma rápida e algumas tramas poderiam ter sido mais bem exploradas, mas nada que tirasse o encanto do livro em geral. Leitura recomendada para aqueles que apreciam histórias leves, delicadas e regadas à espiritualidade ficcional.

Trecho: “A maioria das pessoas acha que a morte é o fim. O fim da vida – dos bons tempos –, o fim de... bem, praticamente tudo. Mas essas pessoas estão enganadas. Completamente enganadas. Eu sei muito bem. Faz quase um ano que morri” (Pág. 7).

Informações:
Título: Radiante
Autora: Alyson Noël
Gênero: Ficção, romance
Editora: Intrínseca
Páginas: 174

Borboletas azuis:




5 comentários:

Sammy disse...

Alyson é incrivel! Uma das minhas autoras favoritas, e Imortais um livro sensacional, belo e envolvente! A resenha só me deu uma certeza: Quero esse livro!

Bjs

www.daimaginacaoaescrita.com

Fabiane Ribeiro disse...

Oi Sammy!
Que legal que vc é fã da autora! Eu gostei muito do jeito como ela escreve. É realmente um doce!
Não li Imortais, mas pretendo tbm.

Um beijo!!!!

Paulo disse...

Parece ser melhor que as continuações de Para Sempre... e eu amo essa capa (amo as capas da Intrínseca, haha). Parece ser muito bom mesmo *-*

Fabiane Ribeiro disse...

Oi Paulo!
Infelizmente não li Para sempre. Mas posso garantir que vale a pena ler Radiante! Ele já tem duas continuações lançadas no Brasil, preciso delas hehe.

Um beijo,
Fabi

Gabriela disse...

Discordo totalmente. O livro dá voltas e voltas até chegar em um ponto e acho que isso se deve a falta de história que a autora teve para contar. Gosto da escrita da Alyson, mas não nesse livro. Muito tediante e eu quis largar a leitura o tempo todo. Eu não me emocionei nem um pouco com esse livro! Ela enrolava demais para a parte central, Riley persuadindo o Garoto Radiante e ao contrário de sua resenha eu não fiquei nem um pouco curiosa e surpre. Acho que a sua resenha é o contrário de tudo que eu senti, não só eu como a maioria das pessoas do skoob.

Postar um comentário