Resenha - Julieta Imortal

11 comentário(s)

Este não é um livro sobre vampiros, lobisomens, zumbis ou qualquer outro tipo de criaturas fantásticas; porém, não é uma leitura recomendada para aqueles que não apreciam a literatura que vai além dos limites reais.
Julieta Capuleto foi morta por Romeu Montecchio há setecentos anos. Desde então, ela faz parte de um grupo chamado “Os Embaixadores da Luz” e ajuda almas gêmeas a se unirem.
Ela cumpre suas missões da seguinte forma: é enviada para a Terra para assumir um novo corpo e, então, passa a fazer de tudo para o casal da vez, que ela reconhece segundo a tonalidade de suas auras.
Por outro lado, Romeu, durante esses sete séculos de pós-vida, trabalha para os Mercenários do Apocalipse, fazendo o trabalho oposto ao de Julieta e tentando fazer com que uma das almas gêmeas sacrifique a outra e junte-se à causa dos Mercenários.
Então, a narrativa começa nos dias atuais, quando Julieta (narradora em primeira pessoa da história) assume um novo corpo, o de Ariel, e Romeu assume o corpo do primeiro namorado da garota, Dylan.
Ele persegue Ariel e ela tem certeza de que é para matá-la. Então, nessa fuga inicial, Ariel entra no primeiro carro que vê para pedir ajuda, e, assim, conhece Ben, o rapaz que mudará sua vida e o sentido que a expressão “almas gêmeas” tem para ela.
Entretanto, Ben estava envolvido com Gema, a melhor amiga de Ariel e, assim, a missão de Julieta em seu novo corpo pode ser a última e mais difícil de toda sua longa existência.
Romeu passa a persegui-la cada vez mais, mas parece ter um novo intuito: ele afirma que não mais quer atrapalhar sua missão e, sim, junto dela, escapar da maldição que os assombra desde a história que deu origem ao romance de Shakespeare.
Os personagens são bem construídos, o suspense é bem descrito e há boas surpresas no final do livro. Mas, de fato, é uma leitura apenas para entretenimento e para os amantes de ficção e fantasia. Entretanto, apesar de não ser meu estilo favorito de leitura, devo admitir que o livro tem passagens agradáveis e consegue prender o leitor devido ao seu ritmo e à dinâmica de sua narrativa, além disso, ele cumpre sua proposta e nos conta uma nova e assombrosa versão do romance mais famoso de todos os tempos.

Trecho: “A eterna tragédia de Shakespeare cumpriu seu papel ao favorecer os ideais dos Mercenários, trazendo glamour à morte, fazendo com que o ato de morrer por amor fosse considerado de extrema nobreza, embora nada tenha se favorecido da verdade (...). Matar-me foi tão ruim que Romeu fez o mundo se lembrar da falsa versão de nossa tragédia por centenas de anos, um insulto hediondo ao dano irreparável que causou. Mas ele sabia disso. O monstro”. 
(Pág. 19)

Informações:
Título: Julieta Imortal
Subtítulo: A maior história de amor de todos os tempos é uma farsa
Autora: Stacey Jay
Gênero: Ficção, romance
Páginas: 240
Editora: Novo Conceito 


Borboletas azuis:




Agradecimentos à editora Novo Conceito, por ceder o livro para o blog. Saiba mais sobre ele clicando aqui.


11 comentários:

Felipe Santos disse...

Tenho um pouco de receio de ler esse livro, pois acho a história escrita por Shakespeare simplesmente fantástica e perfeita, mas me parece bem legal essa dinâmica, mesmo que um pouco "estranha".

Lerei em breve com certeza, parabéns pela resenha.

Beijos,
Felipe
http://ahoradolivro.blogspot.com/

Fernanda Souza disse...

Eu, assim como você, mesmo achando que a história não é fantástica, acho que a narrativa é atrativa e boa para passar o tempo. Realmente que não gosta de literatura clássica não vai se identificar com a leitura em algumas partes, mas nada que comprometa a leitura ao meu ver.

Beijos
Leitora Incomum

Nica disse...

Eu gostei bastante do livro... Não é uma história "excitante" mas me prendeu (li em mais ou menos dois dias)... até pq eu sou grande fã de Shakespeare e achei a ideia de ela usar esses clássicos personagens demais!

Um beijo,
Nica

Fabiane Ribeiro disse...

Oi queridos!
Obrigada pelos comentários... nossas opiniões são similares. Como falei na resenha, o livro também me prendeu bastante e possui muitos pontos positivos, apesar de ter seus defeitos.

Um grande beijo!
Fabi

Beatriz Nathaly disse...

Ganhei esse livro recentemente em um promoção, não tenho ele em mãos ainda. Não vejo a hora de poder lê-lo, adorei a capa, a história parece ser surpreendente! Adorei a resenha ^^

Beijinhos - Bia
http://escrevendomundos.blogspot.com

Fabiane Ribeiro disse...

Oi Beatriz, é surpreendente mesmo!
Acredito que vc irá gostar, depois me conte!!!
Um beijo!

Fábrica dos Convites disse...

Oi Fabiane, tive o prazer de ler a pouco tempo e mesmo sendo bem diferente do que eu esperava gostei do que li.
Bjs, Rose.

Fabiane Ribeiro disse...

Oi Rose querida, td bem?
Você resumiu bem minha sensação tbm, rs... É um livro diferente, mas nem por isso deixa de ser bom.
Grande beijo!!

bruna viviane disse...

Estou curiosa para saber o restante da história. E saber se Dylan está enganando novamente Ariel.
Beijos,
Bruna Bacha
http://blogcuriculturadebruna.blogspot.com.br/

Thay disse...

Eu quero ler, ainda mais porque ele é barato. Ouvi resenhas negativas dele mais a história parece ser legal, concordo com você na parte que tem que saber ler uma história fictícia. Cheguei a conclusão que vou ler.
Beijos!

little by little walk disse...

Eu já ouvi muito falar nesse livro mais não tinha lido nenhuma resenha sobre ele ainda. Adorei e com certeza vou ler!!!!

Postar um comentário